As APIs que você precisa conhecer

  • 12 de janeiro de 2015
  • Dicas
No Comments

Serviços utilitários

Twilio

Área: telefonia e SMS

O Twilio é um serviço totalmente baseado em sua API. De uma maneira simples, ele possibilita que empresas criem aplicações de voz e SMS de maneira confiável e escalável. Com uma infraestrutura de telefonia web, permite que desenvolvedores integrem ligações (fazer ou receber) em tempo real às suas aplicações – tudo isso com um modelo de cobrança “pay-as-you-go”. Com certeza uma das APIs mais legais de testar, não só pela utilidade e variedade de uso, mas também pela simplicidade.

Sendgrid

Área: envios de e-mails

O Sendgrid fornece infraestrutura escalável para envios de e-mails, incluindo toda a parte de Analytics de aberturas, cliques etc. Sua API possibilita o acesso a essas informações em tempo real, a criação de sub-contas e plugins, revenda e muito mais.

Dropbox

Área: armazenamento e sincronização de arquivos

A API do Dropbox permite que desenvolvedores não só criem, acessem e atualizem arquivos no Dropbox de usuários, como também disponibiliza a Datastore, uma estrutura de dados que permite a apps em diversas plataformas salvar dados dos usuários. Com milhões de usuários, é quase mandatório que um app (em qualquer plataforma) integre-se ao Dropbox.

Evernote

Área: anotações e lembretes

O Evernote, através de sua API, possibilitou a criação de um ecossistema riquíssimo de apps em torno dele, elevando seu potencial a níveis fantásticos. Desenvolvedores externos podem acessar a mesma API que é utilizada pelo time interno do Evernote, incluindo a possibilidade de criar, excluir, atualizar e ler notas, cadernos e tags. Além disso, o Evernote investe bastante esforço na divulgação de apps externos para seus usuários.

Zapier

Área: integrador de apps

O Zapier é uma aplicação que integra aplicações, permitindo que usuários escolham gatilhos de envios de dados e atualizações entre apps. Com sua API, desenvolvedores conseguem disponibilizar integração ao seu app e aos apps já disponíveis no Zapier. É a integração na nuvem funcionando magicamente.

Financeiro

Moip

Área: pagamentos online

O Moip é um serviço brasileiro de pagamentos online que possui grande proximidade junto à comunidade de desenvolvedores. Sua API dá a possibilidade de integração de pagamento Moip em diversos níveis, desde o check-out transparente (sem sair do website principal) até uma integração direta com o carrinho.

Credit Agricole

Área: banco

O CA (Credit Agricole), um dos maiores bancos franceses, foi o primeiro banco gigante a expor APIs, resultando em mais de 40 aplicações (em sua App Store para clientes). Isso propiciou a seus clientes uma gama muito maior de ferramentas para ajudá-los na organização de suas finanças, contas bancárias e cartões de crédito.

Este foi o primeiro resultado de uma nova onda no mundo financeiro, a tendência Open Banking.

PayPal

Área: pagamentos online

Similar ao Moip, o Paypal é uma gigante americana que também trabalha com pagamentos online. Um dos precursores do movimento de APIs abertas, as interfaces do Paypal incluem funcionalidades de transações, gerenciamento de invoices e contas, entre outras.

E-commerce

Marketplaces do Extra.com.br

Área: comércio eletrônico (marketplace)

Imagine colocar os produtos da sua loja para serem vendidos dentro de um dos maiores e-commerces do Brasil? Com certeza é uma ótima opção para lojistas expandirem suas vendas e para plataformas de e-commerce oferecerem como diferencial.

Buscapé

Área: comparação de preços e sistema de afiliados

Através de seu portal para desenvolvedores, o Buscapé dá acesso à sua API de comparação de preços e de seu sistema de afiliados (Lomadee). Dessa maneira, desenvolvedores externos podem usar sua base de produtos, ofertas e serviços publicitários em aplicações, sites, plugins etc. O Buscapé tem, inclusive, um programa de monetização para o desenvolvedor, baseado em CPA ou CPC.

Best Buy

Área: comércio eletrônico (catálogo)

Uma das gigantes do varejo americano, a Best Buy expõe APIs com informações de mais de 700 mil produtos, 400 marcas e 1 milhão de avaliações. Dessa forma, é possível construir apps que promovam uma melhor experiência de compra ao consumidor final. E, como não poderia faltar, há o programa de monetização por resultados gerados.

Public

Transparência Brasil

Área: política

A Transparência Brasil, uma ONG de combate à corrupção, disponibiliza APIs com as informações que ela coleta sobre políticos para que desenvolvedores criem apps que ajudem a população não só a votar com maior consciência e com base em dados, mas também a fiscalizar os políticos do congresso nacional.

Health

Fitbit

Área: saúde e exercícios (wearables)

O Fitbit é um dispositivo de coleta de informações de seus usuários relacionadas à saúde, peso, sono e atividades. Sua API dá a desenvolvedores acesso aos dados fornecidos pelos sensores. Assim, é possível que outros aplicativos relacionados à saúde, como apps de corrida, dieta e até prontuários eletrônicos, possam saber o quão ativo fisicamente um determinado usuário tem sido.

MyFitnessPal

Área: saúde e dieta

MyFitnessPal ajuda usuários a controlarem sua alimentação e exercícios, e sua API possibilita a desenvolveres não só integrarem apps a ele, mas também criarem novas aplicações com essas informações.

Internet das Coisas (IoT)

Ford

Área: automotiva

Com o boom dos carros conectados, a Ford foi uma das primeiras a criar um programa para desenvolvedores. Inicialmente, utilizando o AppLink e o Sync by Ford, é possível integrar aplicações de smartphones aos veículos. Mas lembre-se: só são aceitos apps que não tirem os olhos do motorista da estrada e as mãos da direção. E isso é só o começo.

Nest

Área: automação residencial

O Nest tem sensores e objetos inteligentes que se adequam à vida e aos costumes dos moradores da casa, como o Termostato e o Nest Protect (sensor de qualidade do ar e fumaça). Sua API permite a criação de aplicações que interagem com esses objetos.

SmartThings

Área: automação residencial

Com a plataforma SmartThings, é possível controlar objetos físicos como fechaduras e luzes. A API possibilita que essas funções sejam integradas a novos apps.

Xively

Área: Internet das Coisas (plataforma)

O Xively funciona no modelo PaaS (plataforma como serviço), facilitando a conexão entre objetos, informações, pessoas e lugares através de funcionalidades como troca de mensagens, arquivamento de dados, fornecimento e diretório de serviços. É exatamente através da API do Xavely que essas funções são oferecidas.

Variedades

YouTube

Área: vídeos online

A API do YouTube fornece um conjunto muito poderoso de funções, dando a desenvolvedores a opção de inserir toda a experiência do portal de vídeos dentro de suas aplicações. Além disso, é possível dar acesso a informações de usuários, possibilitando a personalização da experiência e de ações do usuário, como comentários e upload de vídeos.

Absolut Vodka

Área: bebidas

A fabricante de vodcas Absolut, como forma de incentivar o consumo de seus produtos, expôs em APIs receitas de drinks e outras informações sobre suas vodcas. Dessa forma, outras aplicações conseguem utilizar esses dados para melhorar sua experiência de uso e, de quebra, divulgar ainda mais o produto.

Marvel Comics

Área: entretenimento com super-heróis

Talvez uma das mais inusitadas, as APIs da Marvel Comics fornecem metadados do universo Marvel: criadores, personagens, histórias, crossovers e muito mais. Com certeza um prato cheio para desenvolvedores de apps de entretenimento.

Spotify

Area: música

O serviço de streaming e assinatura de música expõe um conjunto de APIs que inclui desde os gostos musicais de usuários e informações sobre músicas e artistas até funções como “seguir” no navegador e tocador de música. Informações e funções úteis não só para apps focadas no consumidor final, mas também em aplicações para artistas se divulgarem.

Yelp

Área: indicações de estabelecimentos comerciais

Com uma base dados extremamente rica, o Yelp ajuda usuários a encontrarem os serviços e lugares que melhor podem lhe atender localmente. Todas essas informações ficam disponíveis através de suas APIs para o enriquecimento de outras aplicações – alguns dos dados disponíveis: avaliações, comentários, endereços, números de telefone, fotos etc.

SaaS

Salesforce

Area: CRM online

O programa de desenvolvedores da Salesforce é uma das referências no mundo, não só pelo conjunto de serviços e informações expostas via APIs, mas também pelo engajamento criado através de ações como o “Hackathon de U$ 1 milhão”. As APIs ajudam desenvolvedores a criarem novas aplicações com base nas informações da empresa que estão no Salesforce ou sobre suas funções. Com certeza um dos mais completos espectros possíveis de ação para desenvolvedores externos.

Superlógica

Área: gestão financeira

A Superlógica é uma aplicação brasileira de gestão financeira empresarial. A API expõe as funções da ferramenta, possibilitando a criação de novas aplicações turbinadas por elas, ou mesmo de ERPs completos

 

Fonte: imasters

Deixe um comentário

Comentários


Veja outras máterias interessantes